Notícias

SEGUNDA TEMPORADA DO PROJETO SALVE O SOM COMEÇA NESTA SEGUNDA-FEIRA

Segunda-feira, 18 de maio de 2020

 
O Projeto Salve o Som, realizado pelo Sindjus/DF em parceria com o Sindilegis e o portal Metrópoles, terá, a partir desta segunda-feira (18), sua 2ª temporada. A ideia visa a promoção de transmissões ao vivo com artistas locais do Distrito Federal para a arrecadação de doações destinadas aos músicos e pessoas em situação de vulnerabilidade diante da crise do novo coronavírus.
 
Mais de R$ 18 mil e 14 toneladas de alimentos foram arrecadados durante a primeira temporada do projeto, ocorrido entre 27 a 30 de abril. Segundo o Sindjus, todos os recursos obtidos foram utilizados na compra e montagem de cestas básicas que estão sendo distribuídas em Sobradinho e outras regiões do DF.
 
“Considerando os resultados alcançados durante a primeira temporada do projeto, impactando positivamente artistas, público e a população que já começou a receber as doações, e o gostinho de quero mais deixado pelas apresentações musicais de qualidade, o Salve o Som terá uma nova edição com a apresentação de mais 12 artistas distribuídos em quatro dias de lives, reunindo diversos gêneros, tais como samba, rock, jazz, sertanejo, pop rock, electro pop”, afirma o sindicato.
 
Nesta segunda-feira (18), a apresentação terá início às 18 horas com Fábio Cavanha. Na sequência, às 19:30h, é a vez de Allan Massay e, para encerrar o dia, às 21 horas, a Banda Magoo faz seu show no Salve o Som.
 
As outras lives acontecem de acordo com a programação abaixo. Confira:
 
20 de maio
Carol Nogueira (18h); Daniela Firme (19h30); e Pedro Paulo e Matheus (21h).
 
27 de maio
Vital (18h); Digão, da Banda Raimundos (19h30); e Banda LAVI (21h).
 
1º de junho
Kajsa Beijer (18h); 7 na Roda (19h30); e Thiago e Gabriel (21h).
 
A AGEPOLJUS apoia a realização do Projeto Salve o som e convida todos os Agentes de Segurança, servidores e população em geral a prestigiarem as apresentações ao vivo que serão transmitidas no YouTube e Instagram do Sindjus-DF, do Metrópoles e do Sindilegis.
 
Da assessoria de imprensa, Caroline P. Colombo





Enviar por email